MindWeb


 
Why do you see 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 on the copyright page of many books?

This chain of numbers lets you know which printing of the book it is. For example, if you look in a book and you see this series of numbers:
10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
that tells you it is the first printing. If you look in a book and see this:
10 9 8 7 6 5 4
that tells you it is the fourth printing.
It is very common for a publisher to print only a few thousand copies of the book in the first printing. If that first run sells out, then a second printing is ordered to fill demand. Between the different printings, the author often has the opportunity to make minor corrections to the book. By identifying different printings, the publisher and the reader knows exactly which version of the book it is.

This system for identifying printing numbers has been around for a very long time. The main feature of this system is that the printer can make the change to the printing number without having to add anything to the page or re-typeset the page. Simply by erasing one of the numbers (or whiting it out or whatever), the printing number is updated.

When the author wants to make more significant changes in a popular book, the book usually comes out in a second edition. A second edition is an entirely new book, with a new ISBN, a new cover and a new card in the card catalog.

Colado descaradamente de How Stuff Works
 

Primeiro voc? ? ego?sta, o que ama ? seu.
Depois voc? ? altru?sta, ? de quem ama.
Mais tarde voc? aprende que no amor ? importante amar a si mesmo.
Finalmente voc? tem filhos e descobre o amor incondicional.

 

Censura no Blogger BR?

Sumiram a Heleninha e o Suruba Digital.

Volta!!!
 

Como comprar seu computador
Escolha a segunda CPU mais rápida do mercado, é normalmente a que tem um bom desempenho por um custo muito menor que a mais cara.
Escolha a maior quantidade possível de memória, de preferência a mais rápida.
Compre o CD com maior possibilidades, ou seja, com certeza gravação, possivelmente DVD.
Compre muito disco muito rápido. Dois discos se possível.
Coloque o CD e o disco rígido em IDEs diferentes (a IDE roda na velocidade do item mais baixo na cadeia!)
Compre um mouse ótico.
Compre um teclado merda mesmo.
Compre um monitor maior ou igual a 17''.
Compre uma placa de vídeo que seja bem melhor que a mínima do melhor jogo que você encontrar. Muita memória. Muita velocidade.
Tudo USB.
Tudo Firrwire.
Relaxe por seis meses e compre tudo de novo.

 

Ciência Cristã???

Nãoooooooo!!!

Com crianças, devia ser contra a lei!


 

Mozilla como leitor de e-mail

  • Mais rápido que o Office.
  • Razoável mas não bom contra SPAM
  • Ainda sai muito do ar
  • Não sofre com os vírus
  • Alguns comportamentos estranhos

 

O que houve com os acentos nesse blogger?
 


Preste Aten??o ao Hor?rio deste Post
Estou trabalhando!
 

Blogs Er?ticos
Est? cheio de blog er?tico ou pseudo-er?tico ou amoroso ou porn? mesmo por a?.
? uma cultura interessante de conhecer...
 


Alien, vers?o do diretor

Essa hist?ria de vers?o final do diretor ? um grande esc?ndalo.

Ou o cara ? um babaca que deixou mudarem a vers?o dele ou o cara ? um babaca que quer enganar voc? tentando fazer uma outra vers?o.

A verdade ? que as "vers?es finais" t?m sido melhores que as vers?es originais, mas isso pode ser sinal apenas do arrependimento do diretor, e n?o do que ele realmente queria fazer na ?poca.

Eu vi outro dia a vers?o especial de "o Abismo". Tinha uma hist?ria totalmente nova de background que dava mais sentido para o final do filme, mas na verdade n?o fazia era sentido nenhum. E as cenas da hist?ria, ent?o, eram r?diculas.

Contatos imediatos, n?o achei na ?poca que melhorava muito.

Agora vem a? Alien.

vamos ver de novo, comprar o DVD de novo, tudo de novo, 25 anos depois.

Caixa m?gica de ganhar dinheiro, n??

Xex?o
 

Mozilla como leitor de email
Muito mais rápido que o Office.
 

De volta a TV a cabo
Depois de uns dois anos, volto a ter TV a cabo.
Agora vou poder me aborrecer com mais de 50 canais.
 

Cool (or Hot?)
The Dante's Inferno Test has banished you to the Sixth Level of Hell - The City of Dis!
Here is how you matched up against all the levels:
LevelScore
Purgatory (Repenting Believers)Very Low
Level 1 - Limbo (Virtuous Non-Believers)Very Low
Level 2 (Lustful)Very High
Level 3 (Gluttonous)High
Level 4 (Prodigal and Avaricious)Very High
Level 5 (Wrathful and Gloomy)Very High
Level 6 - The City of Dis (Heretics)Extreme
Level 7 (Violent)High
Level 8- the Malebolge (Fraudulent, Malicious, Panderers)Moderate
Level 9 - Cocytus (Treacherous)High

Take the Dante's Inferno Hell Test
 

Do sério ao tresloucado
A análise do fenômeno mediático Xuxa Meneghel não só é importante como um estudo de caso de criação de um mito moderno pela televisão brasileira, mas também como uma desconstrução das estruturas de poder e de seu interesse em manter uma população desprovida de cultura, incapaz de diferenciar o verdadeiramento e essencialmente belo do exteriormente e momentaneamente fascinente.
Ao misturar o sexo com infantilidade, Xuxa Meneghel é uma arma infiltrada das hostes tradicionais interessadas no aumento constante da população, incentivando a maternidade precoce e promiscuidade das camadas de menor poder aquisitivo, basicamente o proletariado explorado, que mais tarde serão usadas em templos e igrejas para despertar um sentimento de culpa que leva, indubitavelmente, a confissão de pseudo-pecados e submissão as regras castradoras de suas sociedades baseadas na existência de um Deus que, acima de tudo, é promessa de felicidade que substitui a revolta, único alimento da verdadeira revolução comunista.
O culta da deusa do sexo, quase instintivo no ser humano, é recriado na sua forma moderna, em encenações que reúnem milhões via televisão e ainda em encontros encenados nos templos modernos da alienação, o estádio de futebol, construído exatamente de forma a facilitar a alienação e a retro-alimentação do instintivo sobre o racional. É inclusive surpreendente que tal conformação tenha sido descoberta a tantos anos atrás, por civilizações que desconheciam a psicologia de massas como ciência, o que só veio a ser verdadeiramente explorado corretamente no século XIX pelos Illuminati. A única explicação possível, tanto para seu efeito, como também para as surpreendentes obras de engenharia que até hoje duram, que tenham sido planos fornecidos pelos primeiros extra-terrestres, em seu plano de dominação da Terra, cujo objetivo principal é atingir uma massa crítica que sustente, com sua carne, a alimentação de outros planetas.
A direita, a Xuxa, e a Globo estão certamente envolvidos nesse plano, na criação das lendárias batatas-de-sofá, que não são nada mais que a preparação da verdadeira Matrix, filme que é nada menos que um aviso, junto com a série "Arquivo-X" da verdade, fornecido por facções existentes nos extra-terrestres, equivalentes aos nossos "verdes".
Alguns de nós, porém, estão atentos, e se preparando para invasão, que deve ocorrer assim que a população da Terra alcançar 7 bilhões de pessoas, número que permitiria a auto-sustentação do planeta como fonte inesgotável de alimento para os E.T. Para isso, buscam se aliar com os Intra-terrenos, herdeiros da lendária Atlântida, que foram expulsos da superfície pelos E.T. quando desenvolveram um vírus inofensivo para sua variação do Homem, mas mortal para os Insetos-Homem que são os E.T.s. Essa doença, na verdade, é uma variante do H.I.V., o que explica o seu aparecimento nos últimos anos, quando alguns humanos tentaram re-implantá-la na nossa espécie e acabaram causando um acidente ecológico que afeta fortemente os planos E.T. ao colocar em risco toda a população carente do planeta..
Criem seus personagens!


 

As carroças acabaram
Isso mesmo, você não vê mais carroças na rua. Mas carroças eram meios de transporte muito mais democráticos e baratos de manter do que carros. Acabaram também os bondes. Mas também tinham outro tipo de custos, que foram superados pela vantagem econômica dos ônibus.
Os cinemas de rua também parecem estar acabando.
E qual é o mal disso?
Mal nenhum. Talvez até um bem.
Um cinema de rua não é uma "obra de cultura". Um cinema de rua é um empreendimento comercial. Não cabe ao governo decidir o que fazer com um empreendimento mantido pela iniciativa privada. Não há proteção a ser dadas. Não o subsidiem com o meu dinheiro, que o gastem com campanha, vá lá, mas não tentem usá-lo para auxiliar o negócio dos empresários donos de cinema.
As coisas nascem e morrem. Que morram os cinemas e venham as igrejas universais. Por mais que seja contra a religião, o ópio da religião pelo menos colabora com alguma moral para o povo, ao contrário dos cinemas.
O mundo mudou. O comércio de rua mudou. Ande por Copacabana, por exemplo. Onde está a Colombo, as lojas da Sapasso, as Lojas Brasileiras? Porque os cinemas merecem algum apoio ou lei para continuar lá? Qual a diferença da cor do dinheiro do empresário de um tipo e de outro.
Me dêem um tempo e parem de chorar os cinemas de rua!
 

Pisca-pisca
é o estado desse blog.
Por isso só tem 4 leitores.
 

Previsões de Guerra
Hum... Parece que ninguém acertou nada.

Bizarro.

 

Hoje Sou
O melhor blog da rede morreu. Foi suicidado.

Voooooolta...

 

Só tenho uma coisa a dizer
A inteligência militar americana é digna do Bush!
 

Dá CNN

-- U.S. Defense Secretary Donald Rumsfeld warns Syria that the U.S. considers military shipments to Iraq a 'hostile act.'

O GLOBO anuncia que os EUA estão preocupados com envios de armas via Siria e envio de tropas (aparentemente uma espécie de milícia treinada pela Guarda Republicana Iraniana) via Irã, ambos ocorrendo de forma não oficial. Não há acusações de apoio do governo, apenas desses governos não evitarem isso acontecer.

E ameaça de ataque

-- Five U.S. soldiers killed by suicide bomber near Najaf, Iraq, about 95 miles south of Baghdad, U.S. military says.

Começam os ataques suicidas

DO GLOBO

-- Vice-secretário de Defesa encerra polêmica: EUA não previram algumas táticas iraquianas

Estúpidos, mil vezes estúpidos. Tem os melhores Think Tanks do planeta e não previram as táticas iraquianas? Ou será que não escutaram seus analistas?

-- Milhares de civis que tentavam fugir da cidade de Basra nesta sexta-feira foram alvos de disparo das milícias que apóiam o presidente Saddam Hussein, afirmaram militares britânicos que há dias cercam a segunda maior cidade do Iraque, localizada no sul do país.

Isso pode favorecer a imagem americana e facilitar a entrada nas cidades. Acho que era isso que os americanos esperavam que acontecessem.

 

Já que falaram (em e-mail pessoal) que eu estaria "torcendo" para o Iraque.

1) Não torço para ninguém

2) Considero a invasão americana sem suporte da ONU uma agressão desmotivada a um estado independente.

3) Acho que os americanos acharam que ia ser moleza e entraram pelo cano

4) Acho que a chance de "Vietmização" é cada vez maior e cresce com cada dia de combate.

5) Essa "Vietmização" pode incluir ou não uma retirada americana sem alcançar seus objetivos.

6) Acho que americanos e ingleses vão lutar até o fim e vão ganhar ou "ganhar"

7) Tenho medo do que pode ser esse fim

8) A única chance de essa guerra parar sem chegar ao fim é a população americana se revoltar (azar da inglesa) e atingir níveis acima de 60% contra a guerra.

9) Acho que Saddam não vai usar armas químicas, pois isso daria motivos ao EUA

10) Porém, dependendo do seu "espírito suicida", pode usar em caso de derrota iminente, apenas para causar o maior número possível de baixas aos americanos. Esse ataque pode ser, ou não, suicida, acredito que não seria.

11) Uma resposta atômica seria estopim, mesmo que retardado, contra um contra-ataque muçulmano fortíssimo, incluindo terrorismo generalizado.

12) Estou assustado com o que pode acontecer no mundo (ver 7)

13) Acho que os reflexos no Brasil serão pequenos ou apenas econômicos (esses já estão no nosso sangue)
 

Filme: Sinais
Pensei que era mais sutil. Adorei o início. Depois que acontece você sabe o quê fica muito aberto. É um pastiche de citações, acho que o diretor confessa isso no making of (ouvi pela metade e não tive saco de ver de novo). Gostei de ter visto.
 

Filmes: Fomos Heróis
Precisa gostar de história de militar para gostar. Nesse caso, é ótimo. Melhor ainda se você vir no DVD, pois as cenas cortadas são ótimas.
 

Filmes: K-19
O filme emocionante de submarino menos emocionante que eu já vi. A história merecia uma direção melhor.
 

Cassandrando os EUA

Certamente os americanos estão adotando nessa guerra uma estratégia diferente da anterior e até mesmo do que poderia se chamar de "aconselhável". Alguns comentários esperando correções.

Pelo que eu entendi a "grande vitória" americana tem se dado pela ocupação rápida de espaços vazios, ou nem mesmo ocupação, porque não há uma grande preocupação em defender a retaguarda. Isso já ocasionou uma coisa surpreendente: a 101 Divisão aerotransportada teve que saltar na retaguarda para garantir um ponto. Que baixaria para tropa que sempre saltou na linha de frente!

Vencer as tropas inimigas entrincheiradas nas cidades tem sido o problema. Ontem mesmo, em uma batalha nos arredores de Najaf, mataram ou capturaram 1000 iraquianos e não tomaram a cidade, ainda cheia de militares. Isso sem falar nas tropas irregulares.

Cada bomba jogada em uma cidade deve gerar de poucas dezenas a várias centenas de novos combatentes para o Iraque, dependendo de onde cair. Esse é o grande problema de invadir um país, o povo começa a querer vingar os seus mortos.Nào interessa se Saddam matou seu avô cinco anos atrás, ontem os americanos (infiéis) matou sua filha!

As notícias falsas do lado anglo-americano, somadas com as mortes estúpidas e as mini-derrotas para o Iraque também não estão contribuindo muito com a moral. Se demorar muito, pode haver uma "contra-maré" de más notícias que afetaria muuito a moral nos países de origem e acabaria "Vietmizando" essa guerra.

No Iraque, até mesmo uma tempestade de areia está sendo vista (e provavelmente amplamente divulgada) como um sinal de Deus contra os americanos e pró-Iraque. 4.500 iraquianos (de 400.000) que fugiram do governo Saddam estão de volta para combater contra os invasores americanos. Isso dá mais que 1%, ainda pouco, mas é muito mais se considerarmos apenas os homens em condição de combate e a necessidade de pagar US$1500 para alguém te levar em direção a guerra.

O Irã já começou a reclamar da presença americana.

Eu construiria desde já um "pior cenário" para os americanos (Cassandrando eles):

1) Os americanos "tomam" o território aberto todo, mas ficam cercando as cidades, sem condições de invadir ou tendo muitas baixas, principalmente por não poderem combater franco atiradores e talvez até homens bomba.

Com o tempo, aconteceria

2) Revolta na Arábia Saudita causando perdas no apoio.

3) Problemas sérios nas linhas de suprimento devido a ações de guerrilha.

4) Voluntários muçulmanos indo em massa para o Iraque para combater os americanos. Acho que se os americanos estivessem atacando o Irã, um país muito mais religioso, isso tinha mais chance de acontecer. Não acho que o Saddam tenha carisma fora do Iraque.

5) Baixas fortes nas tropas americanas, principalmente nos dois extremos: os tipo "rangers" e os de retaguarda, que se tornam "patos" quando não protegidos.

6) Cidades tomadas ainda seriam "zonas quentes", devido a guerrilha urbana.

7) O aumento de morte de civis aumentaria a pressão mundial para parar essa guerra.

8) Saddam, não usando armas de destruição em massa, desmoralizaria totalmente o ataque americano. Aliás, no momento, se eu fosse Saddam as estaria destruindo todas, ou concentrando no ponto de maior defesa.

Além disso, os americanos parecem não ter compreendido a força do ícone construído em torno do Saddam. Eles parecem que realmente iam "liberar" os iraquianos, mas esses não tem se mostrado com vontade de ser liberados.

Nesse momento, além de tudo, parece que os helicópteros americanos estão definitivamente em cheque. Se me lembro bem, eles foram construídos para defender a Alemanha Ocidental, na prática servindo apenas para atrasar o suficientemente o ataque da frente de tanques russos para que algo pudesse ser feito no campo político ou nuclear. De certa forma foram muito utlizados no Vietnam, mas também não foram toda essa Brastemp, pois não podem agir em florestas. Agora também mostram fragilidade ao tempo do deserto. Se chover também não devem voar muito bem. E pode ser que sejam realmente frágeis frente a ataques de "um homem só". Eu acredito que uma boa equipe de lança mísseis e até mesmo bazucas poderia ser bem eficiente contra helicópteros a baixa altitude, se ficassem camuflados no deserto esperando eles passarem.

Lembrem de pedir para os inimigos só atacarem em terrenos abertos em dias de sol, ok?

O pior de tudo é que um Saddam PRESO e sem armas de destruição em massa seria uma desmoralização ENORME E TALVEZ FINAL para o governo Bush. E mesmo que eles achem armas, vai ter um monte de jornalista europeu tentando provar que foram plantadas pelos americanos (e talvez conseguindo?). No que então, teríamos um problema maior ainda.

O que fazer com Saddam preso? Ele teria sido preso por um crime que não cometeu. Se fosse outro país que não os EUA haveriam FORTÍSSIMAS SANÇÕES. Nesse caso imagino apenas algo financeiro e talvez SADDAM GANHANDO AS PRIMEIRAS ELEIÇÕES NO IRAQUE.

Caraca, como os americanos se meteram em uma guerra que pode dar nisso?

Só se eles tem certeza ABSOLUTA das armas de destruição em massa. Mas se tem, porque não mostraram para a ONU.

É foda de entender.
 

Michael Moore é o nosso rei
por Jô Hallack

Leia entrevista coletiva com Michael Moore, que levou o Oscar por melhor documentário, soltou os cachorros na sala de imprensa!
Você fez a maior cena de uma cerimônia do Oscar. Você conseguiu o que queria? E por que fez isso?
Sou um americano.

(Risos dos jornalistas)
Só isso?
Isso é muito.

Nunca houve uma reação assim...
Eu sou um americano e você não deixa sua cidadania do lado de fora quando entra no Teatro Kodak. O que os Estados Unidos têm de bom é o direito de expressão. E é isso que eu faço nos meus filmes, na minha vida. Eu gostei da reação. (Irônico). De repente, as luzes se apagaram e.. oh, meu deus! Michael está caído no chão!

(Risos dos jornalistas)

Metade das pessoas queriam te carregar nos braços. A outra queria te malhar....
Não foi isso o que eu vi. Eu vi o público se levantar e aplaudir. Aplaudir um filme que mostra como somos manipulados pelo medo e como criamos esta cultura da violência em nosso país. Violência em casa, violência no exterior. Nós americanos matamos muitas pessoas. Matamos mais do que qualquer outro país neste planeta. E qual a lição que ensinamos às crianças de Columbine (escola retratada em seu filme onde dois alunos mataram alunos e estudantes) esta semana? Que a violência é um meio aceitável para resolver um problema, um conflito.

E as vaias depois dos aplausos?
Eram meus parentes e amigos (risos dos jornalistas). Pedi que eles vaiassem para mostrar que este é um país com diversidade de opiniões.

Você não acha que o país está dividido?
O país está unido. Os americanos não querem ver seus jovens mortos. Nós queremos que eles voltem para casa salvos. A maioria dos americanos nunca votou naquele cara que está na Casa Branca. E continuarei falando isso até que ele saia de lá. Nossa democracia foi seqüestrada. Me chamem de louco, me chamem de americano... Mas, para mim, cada pessoa vale um voto. E você tem que contar todos os votos!

Você tem medo de entrar para a lista negra de Hollywood depois disso?
Eu não trabalho para Hollywood. Sou patrocinado por canadenses e outros que não moram aqui (Risos dos jornalistas). Mas foi Hollywood que votou por este prêmio. E que se levantou para aplaudir quando o prêmio foi anunciado. Já houve uma outra reação assim esta noite? (Irritado). Nao digam que houve uma reação dividida só porque cinco pessoas vaiaram alto. Façam seu trabalho. Digam a verdade. A maiorida dos americanos é contra a guerra e não é a favor da política de Bush.

Você acha que a cerimônia deveria ter sido cancelada ou foi uma boa plataforma?
Acho que foi importante ter o Oscar. Não é por isso que estamos lutando? O american way of life? O que pode ser mais americano do que o Oscar?! Eu acho que temos que ter o direito de nos expressarmos. Quando cheguei aqui, percebi que alguns repórteres tinha uma credencial diferente. Perguntei por que e um deles sussurrou: falaram que não poderíamos fazer perguntas. Mas devemos ser livres para perguntar o que quisermos e falar o que quisermos. Esta é a beleza deste país.

Você acha que os EUA estão lutando pelo american way of life?
Não. Eu estava sendo sarcástico. Bush está lutando pelos seus amigos e pelo petróleo. É imoral.

E as razões fictícias das quais você falou?
A razão fictícia é que Saddam Hussein vai te matar esta noite. Isto é ficção. A não-ficção é que o Iraque está sendo atacado por causa do petróleo. E por que eles não dizem isso? Outro dia, num discurso, ele quase disse isso quando falou "não queimem os poços de petróleo". Pensamos que ele ia completar: "não queimem porque é nosso!". Mas ele não disse...

(Jornalista estrangeiro). Estou assistindo os noticiários desde que cheguei aqui. E parece que os roteiristas de TV são pagos pelo Pentágono. É pura propaganda!
É. Parece que estas foram as duas primeiras horas que não tivemos militares fazendo análises e comentários na TV. Eu quero que os militares tirem suas tropas da CNN, da ABC, da Fox, da CBS. Queremos a verdade!

Até as pessoas que concordam com você podem, amanhã, dizer que você estragou a festa. O que você acha disso?
Não acho isso. Eu mostrei como é vital ter liberdade de expressão. Estou nisso há muitos anos. Meu livro é o número um da lista dos mais vendidos neste país. ("Stupid white men" é um livro sobre George W. Bush e é um best-seller nos EUA). Quando, supostamente, Bush está cheio de popularidade.... E quem votou em mim sabia que eu não iria fazer um discurso agradecendo agentes e advogados. Sou uma pessoa sincera. E amo o cinema acima de tudo. Estou honrado em receber este prêmio. Vocês também trabalham com não-ficção. Trabalham pela verdade. Façam isso. Eu amo o meu país.

 

Bush, não venha ao Rio
Bush foi declarado pessoa non-grata na Cidade do Rio de Janeiro.
Não, não foi obra do nosso insano alcaide, mas sim dos vereadores.
 

Apavorados
Tirando o fato que americanos e iraquianos quebraram a Convenção de Genebra...

Eu imaginava que os soldados capturados no início da batalha iam ser mais do tipo "rangers" do que "soldado comum".

Mas os soldados americanos estavam muito apavorados. OK, eu acredito que deve ser apavorante ser preso por um muçulmano que está defendendo seu país do invasor imperalista, mas se fossem Rangers, ou paraquedistas haveria toda uma questão ligada a honra e etc...

Outra opção seriam pilotos. Mas não pareciam pilotos. Um até usava óculos!

Ou seja, de onde saíram esses gajos?
 

A patronesse de um hospital estava visitando as instalações com um médico quando, ao passar por um dos quartos, viu um paciente se masturbando.


?Meu Deus!? Exclamou a mulher. ?Isso é revoltante. Por que ele está fazendo isso??


O medico que a acompanhava explicou: ?Desculpe-me, mas esse homem tem uma doença grave que faz seus testículos se encherem rapidamente de sêmen. Se ele não ejacular cinco vezes por dia, seus testículos vão explodir e ele vai morrer.?


?Oh, isso é horrível?, disse a mulher.


No quarto ao lado, ele viram uma enfermeira fazendo sexo oral num outro paciente. ?MEU DEUS!?, gritou a patronesse. ?Como o senhor explica isso??


O médico respondeu: ?Mesma doença, mas com plano de saúde melhor
 

O Gerente chama o empregado da área de produção, negão, forte, 1,90m de altura, 100kg, recém-admitido, e inicia o diálogo:
- Qual é o seu nome?
- João.
- Olhe, eu não sei em que espelunca você trabalhou antes, mas aqui nós não chamamos as pessoas pelo seu primeiro nome. É muito familiar e pode levar a perda de autoridade. Eu só chamo meus funcionários pelo sobrenome: Ribeiro, Matos, Souza etc. Quero que me chame de Sr. Mendonça. Bem, agora quero saber: Qual é o seu nome?
- Meu nome é João Paixão.
- Tá certo, João. Pode ir agora...
 

Quem paga a conta

O governo america paga a conta.

Mas o governo americano não produz, seu dinheiro vem do contribuinte americano.

O contribuinte americano, para pagar a conta, vai ter que pagar mais impostos.

Para pagar mais impostos, o contribuinte americano vai ter que aumentar os preços, as taxas de juros, etc...

Mas nós importamos dos EEUU. Nós pegamos dinheiro emprestado dos EEUU.

Quem você acha que vai pagar a conta?
 


Eu não sei, e ninguém sabe, porque Bush realmente se meteu nessa guerra. Mas me parece que há uma coletânea de motivos secundários, motivos que não definiriam uma guerra, mas que dizem "se tiver guerra, então vai ser bom também para...".

Um dos motivos secundários que me parece mais brutal é a necessidade de testar todo esse novo arsenal e todas essas estratégias de ataque. O Iraque é na verdade um campo de provas para a guerra do século XXI.

Todo esse armamento estava destinado a ficar no estoque e até a nào ser usado nunca em um ambiente real. Com a guerra, tudo muda. Isso aconteceu na Primeira Guerra do Golfo com os mísses Patriot (que foram um fiasco). Está acontecendo de novo.

Com essa guera, pode testar em grande escala, obtendo dados estatiscamente válidos. Esses dados serão, mais tarde, usados para aperfeiçoar ainda mais as armas. Até que outra guerra seja "necessária".

Veja bem, não estou dizendo que os EEUU entraram na guerra para testar as armas. Estou dizendo que na coluna de vantagens estava escrito: "preparar o país para as necessidades de defesa do século XXI", que traduzido para a linguagem real significa "testar e avaliar as armas que fizemos, preparando armas melhores".
 

REMINDER
Think locally, bomb globally.
 

Las Vegas Test
A simple indicator of pseudo-science. Merely ask yourself, "if this were true, could LasVegas stay in business?"
 

Las Vegas
What a terrible waste of a perfectly good desert...
 


Isso parece a foto da liberdade e democracia?
 

Job Search Dictionary

COMPETITIVE SALARY
We remain competitive by paying less than our competitors.

JOIN OUR FAST-PACED TEAM
We have no time to train you.

CASUAL WORK ATMOSPHERE
We don`t pay enough to expect that you`ll dress up; well, a couple of the real daring guys wear earrings.

MUST BE DEADLINE ORIENTED
You`ll be six months behind schedule on your first day.

SOME OVERTIME REQUIRED
Some time each night and some time each weekend.

DUTIES WILL VARY
Anyone in the office can boss you around.

CAREER-MINDED
Female Applicants must be childless (and remain that way).

NO PHONE CALLS PLEASE
We`ve filled the job; our call for resumes is just a legal formality.

SEEKING CANDIDATES WITH A WIDE VARIETY OF EXPERIENCE
You`ll need it to replace three people who just left.

REQUIRES TEAM LEADERSHIP SKILLS
You`ll have the responsibilities of a manager, without the pay or respect.

GOOD COMMUNICATION SKILLS
Management communicates, you listen, figure out what they want and do it.
 

Joke 1
A shy, drunken, innocent young man walked up to a beautiful young woman in a pub and said: "Do you mind if I ask you a personal question?"

"Yes I do," replied the beautiful young woman, "But go ahead, as I`m sure you`re going to ask me anyway."

"OK," said the shy, drunken, innocent young man, "How many men have you slept with?"

"That`s my business!" snapped the woman.

"Oh, right!" said the young man, "I didn`t realize you made a living at it!"

 

Programming is like sex - one mistake and you support it for the rest of your life.
 

Frases
O Blognews sempre tem uma frase. A de hoje era:

O cerebro de de um tolo digere a filosofia e a transforma em sandice, a ciencia e a transforma em supersticao, a arte e a transforma em pedantismo. Dai provem a educacao nas universidades. (George Bernard Shaw)
 

Grupo carioca lança Dia do Orgulho Hétero


Eles juram que não são homofóbicos e seu intuito não é pregar a discriminação. Seu ponto de encontro: em pleno Posto 9, o point gay de Ipanema e o mais famoso do Rio. O grupo, que se auto-intitula Movimento Minoria Hetero, já vendeu 120 camisetas do movimento na praia e saiu com bandeiras nos blocos. Eles são contra a inseminação artificial, valorizam a companhia do sexo oposto até para ir ao futebol, não admitem simpatizantes e elegeram a música Vale Tudo ? ‘só não vale dançar homem com homem e nem mulher com mulher...’ ? seu hino. A bandeira é em preto-e-branco, rivalizando com a bandeira do arco-íris, adotada pelo Movimento GLBT em todo o mundo. No Carnaval, seus militantes empunhavam bandeiras pelos blocos e ganhavam adesões dos foliões. Agora, eles querem ir além: fundar o dia do Orgulho Hetero e espalhar suas cores branco e preto pela praia. Wânia Carvalho, 40 anos, uma das mais novas integrantes do grupo e que aderiu em pleno carnaval, explicou sua iniciativa: "Antigamente, na Banda de Ipanema, nossos amigos tinham que proteger as mulheres do assédio. Este ano, eu que fui guarda-costas de um deles, que é policial federal. Queriam apertar a bunda dele, pode? Só tem homossexual por aí". Fundador do grupo, o professor Luciano Menezes, 53 anos, esclarece que o grupo não discrimina os homossexuais. "Não condenamos a opção de ninguém. Mas como viramos minoria, merecemos um movimento também", esclarece a "brincadeira" o professor. Brincadeira ou homofobia disfarçada? De qualquer forma eles já levam vantagem: é bem mais fácil não discriminar do que não ser discriminado...

Colado do Babado
 

COMO DESCOBRIR SE SEU NAMORADO É GAY (marido, amigo, chefe, professor...):


1- Foi criado pela avó.
2- Ficou triste pq o programa Planeta Xuxa acabou.
3- Tem um "grande amigo inseparável" que vai com ele p/ tudo qto é lugar, inclusive p/ festas e cinema com vcs, onde não teria nada a ver esse bicão estar.
4- Passa mais de 3 horas diárias na academia, e não vai embora sem fazer sauna.
5- Assistiu o filme "As Panteras" mais de um vez e adorou todas!
6- Os amigos dele são todos bonitos, sarados e solteiros, e vc nunca viu nenhum deles com mulher.
7- Vive dormindo na casa de amigos... se for na do "inseparável" então...xiiiiiii
8- Usa mais de 1 piercing (se um deles for no umbigo, recomendo que nem termine de ler o e-mail e acabe com o namoro imediatamente!)
11- É modelo (90% de chance).
12- É gaúcho (90% de chance).
13- É modelo e gaúcho (180% de chance).
14- Quando critica sua roupa, ao invés de falar "tá muito decotado" ou "essa saia é curta demais", sempre diz que o cinto não está combinando com a bolsa, ou gola olímpica tá fora de moda, etc...
15- Usa expressões, ou sem querer deixou escapar em algum momento da vida, do tipo "UÓ" p/ dizer que algo é muito ruim (exemplo: "Essa festa tá uó!"), "TUDO" p/ dizer que algo é muito bom (exemplo: "Essa calça que eu comprei é tudo!"), "HORRORES" p/ expressar muita quantidade (exemplo: "Andei horrores no shopping hoje")
17- Faz ou já fez, reflexo loiro no cabelo e deixa sempre topete.(sem comentários...)
18- Faz a sombracelha (caso afirmativo, vá p/ a recomendação do item 8)
19- Tem vários CD's ou faz parte do fanclube da Madonna, Mariah Carey, Cher, Whitney Houston, Rick Martin, Barbra Streisand, Gloria Gaynor (se fizer parte de fã-clube, já é caso perdido...)
21- Quando vc apresenta a ele algum amigo bonitão seu, ao invés de morrer de ciúme, fala que achou o cara muito boa gente, fica perguntando como é que ele está, fala p/ convidar ele p/ sair com vcs...
22- Só fala em Nova York e Britney Spears.(fala sério!)
24- No carnaval qdo algum cara fantasiado de mulher vem sacanear ele, ao invés de ficar meio constrangido, fica super a vontade, abraçando, alisando o cara, falando que vai largar essa baranga (você) p/ ficar com ele...
25- Seus seriados de TV favoritos são: Will & Grace e lógico: As panteras!
26- Demora mais para se arrumar do que você.
31- Depila a bunda, alguns mais recatados depilam o peito e as costas.
35- Só quer te levar p/ festas alternativas, boates clubbers, raves moderninhas, etc...
36- Mais de uma amiga dele já te deu uma cantada.
38- Mais de uma pessoa já comentou contigo: "Pô, antes de vcs começarem a namorar eu achava que ele era gay, é mole?"
39- Faz faculdade de História, Cinema, Serviço Social, Moda, Arquitetura, Relações Internacionais...(foi mal...)
40- É da Marinha.
41- Detesta futebol e cerveja. (Ou uma coisa ou outra!!! As duas, já é p/ se desconfiar...)
43- Já deu um chilique maior que o seu ao ver um rato, uma barata... ou o Reynaldo Gianechinn

Colado do Babado.
 

NENSE!!!!
4x0 é demais!
 

Nosso papel como professor vai muito além da matéria designada para a sala de aula. Como professor, servimos automaticamente de modelo para
nossos alunos. Mesmo que tentássemos assumir uma abordagem totalmente
técnica, o próprio comportamento, a forma de falar, a forma de tratar os alunos, o respeito ao seu trabalho e a sua intelectualidade, e ainda várias outras coisas que passamos no relacionamente contribuem, positiva ou negativamente, na formação do profissional e do ser humano.

Assim, não podemos nos eximir do papel de educador e de formador dentro da sala de aula. Isso gera um problema: somos pessoas, com defeitos e virtudes, opiniões certas e corretas. Ao passar uma opinião, estamos influenciando nossos alunos de alguma forma. Institucionalmente esperamos que a influência seja positiva.

O momento da aula, porém, é realmente pouco apropriado para discutir temas fora do currículo. Mas é um momento em que temos o ouvido do aluno é que não deve ser também totalmente desperdiçado. Existe sim uma questão ética de usar esse tempo e o poder conferido a nós pelo cargo e pela "cerimônia" da aula, mas essa questão é muito mais ampla e inclui muito mais fatores, como a importância do momento social. Essa questão ética é avaliada de formas distintas por pessoas distintas.

Vou dar um exemplo de minha conduta. Em época de eleições muitos professores aproveitam o momento de sala de aula para fazer discursos pelo seu partido ou candidato. Acredito que isso não seja correto. Minha posição é sempre fazer um ou dois pequenos discursos (pequenos mesmo) sobre a importância da participação política e de votar e de escolher bem seu candidato (em função da opinião dos alunos, e não da minha opinião).

Por outro lado, costumo conversar com alguns alunos depois de cada aula. Essa conversa é normalmente ligada a temas de aula, mas muitas vezes é ligada a relação aluno/professor/universidade, aos problemas do ensino público e até mesmo a política. Nesse momento, ainda professor, mas desprovido do "manto ritual" da aula, dou minha opinião pessoal, justificada. Devo dizer que nessa hora ainda tenho muitas responsabilidades como professor, mas me torno menos "modelo idealizado" e mais "modelo humanizado". Para comparar, imaginem a diferença do padre no confessionário e em um bate-papo.

A questão que devemos nos lembrar é que não temos, na teoria, a capacidade de julgar o que é ou o que não é opinião pessoal. No caso do voto, por exemplo, uma abordagem mais "teoricamente ética" deveria também discutir se é importante votar ou não, as opções que existem, a questão da luta armada, etc. Na prática, uso o meu "poder" para influenciar na direção em que eu creio é melhor para a formação do ser humano, da forma como é mais aceita pela sociedade. O professor que tenta convencer o aluno a votar no PMSNT também deve estar achando isso. Na prática, porém, temos essa capacidade de diferenciação se olharmos para a sociedade e refletirmos, e formos críticos o suficiente apenas para saber que não somos donos da verdade e que as outras opiniões devem ser consideradas. Na prática, também, temos que aceitar que o erro individual de um professor ficará diminuído não só pela quantidade de outras influências que o aluno sofre como pelo seu raciocínio crítico.

No caso da Guerra USAxIraque temos um problema específico. Não sei se é importante trazer para dentro de uma aula de "Modelagem de Sistemas de Informação" esse tema. Não vejo ainda como podemos influenciar esse fato mobilizando nossos alunos. Não vejo como introduzir esse tema em sala de aula vai modificar a visão que está sendo criada na sociedade. Nesse caso específico eu não tenho ainda motivação suficiente para trazer o tema para a sala de aula. O Martin parece ter encontrado essa motivação. Ao trazer o tema, porém, deve trazê-lo de forma aberta, perguntando para si mesmo e principalmente para os alunos quais são os motivos e conseqüências dessa guerra, sem deixar de mostrar todos os lados do problema. Chegar lá e falar direto "vamos boicotar os produtos norte-americanos" é, sim, abusar de seu poder de influência. Seria uma abordagem infantil que não respeita a cabeça do aluno e sua capacidade de pensar. Mesmo que momentaneamente influenciasse um ou outro (somando-se a várias outras fontes de influência), também "marcaria" o Martin como um "radical" e isso influenciaria o respeito dos alunos por ele, até mesmo por suas opiniões técnicas. Trazer a discussão de motivos, apresentar essa opção como uma entre muitas formas de agir, fazer com que os alunos discutam o problema um pouco em sala de aula é uma forma válida de chamar a atenção para o problema.

Como parentêses, vejo que o Martin está em um contexto onde a responsabilidade do professor é maior, pois a maioria dos alunos está de certa forma "isolada" em um universo "próprio" da Rural. Nesse "universo fechado" a importância de certos fatos pode ficar minimizada e cabe ao corpo discente trazer mais do "mundo real" para a Universidade.
 

Mulher Solteira Procura

Mete o pau nas meninas. Estou chocado com o que li.

Mas o artigo foi escrito por uma mulher. Que amiga!

Trechos do artigo:

Elas tem chance:
" revista Newsweek afirmou, em 1986, que a probabilidade de uma mulher de 35 anos casar era de 5%. Em 2001 sociólogos da Universidade de Princeton corrigiram a conta - as chances de encontrar companheiro são de 97% entre mulheres brancas com curso superior."

Estão desesperadas:
"Definido o objetivo, encontrar um companheiro para estabelecer um relacionamento com base num projeto afetivo comum, as mulheres vão à luta - e a maioria não disfarça o desespero"

Muitas são oferecidas:
"Nos bares, entre um e outro chope, há aquelas que se insinuam sem constrangimento ao cidadão da mesa ao lado. Esse grupo acaba chamando mais a atenção porque reproduz um comportamento antes associado ao repertório masculino e 'dá em cima' para valer. Elas, porém, não são o protótipo da solteira contemporânea, que ainda é muito seletiva mesmo na hora do sexo casual. "

São interesseiras (falando das mulheres entre 30 e 39 anos, separadas)
"Mas a principal dificuldade é que homens e mulheres têm posturas diferentes ao buscar parceiros. Eles não têm problemas em olhar para o degrau de baixo da pirâmide social e casar com uma mulher que ganhe menos ou não tenha um diploma. Elas, ao contrário, só olham para cima. Querem parceiros mais velhos, mais instruídos e mais bem-sucedidos - categoria em que há menos candidatos disponíveis, boa parte deles casados. 'A mulher teria de fazer como o homem e olhar para baixo na pirâmide social', "

Não se decidem:
"A antropóloga Mirian Goldenberg, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, atribui a crise das solteiras a um descompasso entre valores e comportamento: as mulheres querem as mesmas coisas que suas mães, mas vivem uma vida completamente diferente da que elas tiveram."

Fazem pressão demais:
"Como entra nos 30 sem um parceiro estável, a mulher fica em xeque com a questão da maternidade. Angustia-se para encontrar o homem e, quando o consegue, pressiona-o para casar. No segundo encontro já quer apresentá-lo aos pais."

Querem um viado macho ;-)
"Aparentemente falta um tipo de homem, sensível, capaz de expressar suas emoções, de se entregar, que queira compromisso e que não fique intimidado diante de uma mulher cheia de conquistas. Será? "

Precisam de um homem objeto
"Coordenador do Centro de Estudos de Identidade do Homem e da Mulher, o psiquiatra Luiz Cuschnir diz que 'os homens se sentem descartáveis, parte de um pacote em que não são prioridade', aponta. 'Elas querem um homem para sair, para não continuar solteiras a partir de certa idade, para ter filho, para ter sexo em casa, mas não fazem esse homem se sentir particularmente desejado.'"

Estão armando para cima dos homens:

"Nos EUA já existem consultoras especializadas em procurar candidatos potenciais, como Denise Winston, de Nova York, que cobra US$ 15 mil por cliente. Ela entrevista a solteira, dá um tapa em seu visual e a apresenta a 'bons partidos' - não sem antes checar a ficha bancária, médica e policial do 'alvo'. Seu conselho: 'A mulher que quer casar deve parecer vulnerável. Se saiu com um cara e gostou, deve deixar isso claro e dizer que espera que ele telefone'. "


 

Eis a Regra Universal de Etiqueta para comentários em fórum público:
GENTILEZA GERA GENTILEZA.

Corolários:

Respeito
- Do outro lado há seres humanos como você.
- Respeite antes para ser respeitado.
- Estamos, a princípio, debatendo idéias e não pessoas.
- Aqui não é um tribunal, e a honra de ninguém está em jogo.
- Se não conhece alguém pessoalmente, não pode julgar a partir de uma mensagem na Internet.
- Por trás de um teclado, todo mundo pode ser valentão.
- Quando nervoso, melhor deixar pra responder no dia seguinte.
- Grosseria gera silêncio de quem se espera a resposta, e grosseria de quem não se espera nada.

Retórica
- A certeza de estar com a razão tira o senso da realidade.
- A única pessoa que leva totalmente a sério o que você diz é você mesmo.
- Quem não tem de senso de humor não tem moral.
- Quem fala o que quer ouve o que não quer.
- Quem grita primeiro se queima sozinho.
- Uma boa resposta é geralmente mais curta que a mensagem anterior.
- Nunca se pode levar tudo ao pé da letra.
- Responder alguém frase a frase para "prová-lo" errado em cada uma delas é arrogante e cansativo.

Coerência
- Veja se não está fazendo exatamente o mesmo que critica nos outros.
- Quando o acusam de fazer algo que nem tinha imaginado, de repente pode ser verdade; confira se seu texto não pode ser mal interpretado.
- Uma maneira garantida de perder a discussão é ser auto-defensivo, tipo "não que eu seja preconceituoso, mas..." ou "...e agora que venham as pedradas".
- Seja responsável com o texto. Cada coisa que escrever será lida por centenas de outros; não desperdice o tempo deles.
- Não espere ser tratado como adulto se resolver perseguir os outros.

Crítica
- Crítica é para melhorar alguma coisa, não para destruir.
- Sugerir soluções é muito mais útil que só denunciar os problemas.
- Qualquer idiota pode reclamar do que está feito. Fazer já não é para qualquer idiota.
- Não subestime a experiência de quem faz, especialmente se não tiver idéia de como se faz.
- Pode ser que, quando dizem que fazer uma coisa não é possível, ela realmente não seja possível.
- A sua queixa tem mais a ver com você pessoalmente do que com a coisa que o incomoda.
- Respeitar uma vontade (ou gosto) diferente da maioria não machuca.
- Se a maioria já entendeu suas idéias e não concordou, ficar repetindo não adianta nada.
- Arrogância é expor suas vontades pessoais como sendo a vontade geral dos outros.
 

Já comecei várias mensagens tentando da minha opinião sobre a provável invasão do Iraque.

Não consegui.

Porque não tem como explicar essa sede belicista de G. Bush e seus falcões.

Essa guerra é claramente um mau negócio e simultaneamente um negócio de muito risco.

E ainda assim, ele não consegue nem "Wag The Dog" de forma decente.

Ou consegue, a gente que não está vendo o que ele está realmente escondendo.

Previsão para o pós-guerra:

1. Nova guerra civil no Iraque, entre as etnias
Qualquer que seja a divisão americana, todos vão ficar descontentes.
2. Piora do problema do terrorismo muçulmano
3. Sobras da violência para Israel
Que preferiria ser esquecido nesse caso
4. Possível revolução em algum país árabe aliado ao EUA
5. Possível fim (na prática ou real) da OTAN
6. Séria divisão na Europa, aumento da tensão que a Inglaterra causa na comunidade. Forte enfraquecimento do senso de Comunidade.
7. Possível ataque da China a Taiwan (sim, já foi ventilado) Possível troca negociada do apoio a guerra do Iraque por alguma mudança de posição dos EUA em relação a Taiwan.
8. Possível confusão na Coréia do Norte
9. Grande abalo na economia mundial (sem falar de petróleo)
10. Enorme abalo na economia mundial (se a guerra durar muito)
11. Grandes pragas no Oriente Médio (Antrax, Varíola, etc...)
12. Derrota dos Trabalhistas na próxima eleição inglesa.
13. Forte enfraquecimento da ONU
14. Retirada da ONU de New York (ver casos de espionagem)
15. Desmoralização do Conselho de Segurança da ONU
16. Tentativa de golpe/revolução fundamentalista na Turquia. Curdos aproveitariam a confusão. Maior repressão. Atraso da entrada da Turquia na CE (coisa já muito difícil hoje em dia).
17. Transformação de um canalha ditador em mártir.